Braz. govm't, press, use public funds to write lies against the Landless

Nestor Miguel Gorojovsky Gorojovsky at SPAMarnet.com.ar
Tue Nov 14 18:55:32 MST 2000



This is a declaration of the Brazilian National Association of Journalists showing
how the media and the government collude in Brazil to use public funds in order to
write lies on the Movement of the Landless there.

In Portuguese. Worth reading.

------- Forwarded message follows -------
Organization:           UFPB-NEPREMAR
To:                     Lista de geografia <listageografia at eGroups.com>
From:                   Gilson Melo <gmelo at nepremar.ufpb.br>
Date sent:              Tue, 14 Nov 2000 15:04:47 -0200
Send reply to:          listageografia at egroups.com
Subject:                [listageografia] Nota da FENAJ em apoio ao MST

[ Double-click this line for list subscription options ]

Estou repassando, aos colegas interessados nas questões ligadas aos
movimentos sociais no campo, nota pública divulgada pela Federação
Nacional dos Jornalistas em apoio ao MST, alusiva ao recente episódio
envolvendo esse movimento, o INCRA e a Folha de São Paulo. Realmente, é
de causar nojo e revolta toda essa campanha difamatória contra o MST,
executada e orquestrada pelo governo FHC. As coisas estão invertidas:
quem deve explicações ao povo brasileiro é o governo que aí está.

Gilson Melo


==================================================
NOTA PÚBLICA


 A FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas) vem a público protestar
contra a campanha, orquestrada pelo governo federal, de satanização do
MST - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, com o apoio de
certos meios de comunicação social. O último lance dessa campanha é a
denúncia feita pelo MST de utilização de verba pública pelo Jornal Folha
de S.Paulo, na pessoa do colunista Josias de Souza, chefe da Sucursal de
Brasília. O referido jornalista, para fazer matéria de denúncia contra o
MST, utilizou carro e motorista do INCRA/PR, e percorreu vários
assentamentos no interior do Paraná.

 A FENAJ recebeu, do MST, cópia da ordem de serviço expedida em nome do
serviço Público Federal, pelo INCRA/PR, que pagou diárias a um motorista
oficial, utilizou carro oficial, com gasolina paga pelo Incra, para que
o jornalista Josias de Souza percorresse os assentamentos. A ordem foi
clara: transportar diretor da Folha de S.Paulo aos assentamentos Águas
de Jurema, Recanto Estrela, Ireno Alves dos Santos para subsidiar
matéria sobre aplicação do Procera e Pronaf.

 É lamentável que a direção de jornalismo da FSP e o jornalista Josias
de Souza descumpram o próprio código de conduta da empresa, que sempre
pregou sua "independência", e que proíbe seus jornalistas de, sequer,
receber livros para fazer resenhas literárias. Conivente com a tentativa
de desmoralizar o MST - sem dúvida o mais organizado, coerente e forte
movimento social existente no Brasil, hoje - a FSP compromete a ética da
imprensa e de toda uma categoria que luta para exercer, com dignidade, a
profissão.

 O objetivo da ofensiva do governo federal - esse sim ainda devendo ao
povo esclarecimentos sobre várias denúncias de corrupção - é impedir que
o drama dos trabalhadores rurais sem terra continue ganhando força e
adeptos aqui e no exterior. A questão agrária no Brasil é dramática.
Segundo o IBGE, cerca de 4,2 milhões de brasileiros abandonaram o campo,
entre 1995 e 1999; 1030 latifundiários são donos de 15% da área total de
imóveis neste país. O governo FHC não cumpriu nenhum dos compromissos
assumidos com o Movimento, durante recentes negociações mediadas pela
CNBB e OAB.

 Não basta distribuir terra. É preciso uma política clara e eficiente de
incentivos que beneficie o pequeno agricultor e a agroindústria
familiar, levando educação, saúde e justiça social aos excluídos do
campo.

 O MST já compreendeu isso. Para lutar por uma vida digna no campo é
preciso lutar contra todo um sistema econômico e político. Para lutar
pela terra é preciso lutar pela democracia, a cidadania e por uma
sociedade mais justa e solidária.

                                        Brasília, 10 de novembro de 2000


                                   FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS



--
Gilson do Nascimento Melo
Nucleo de Estudos e Pesquisas de Recursos do Mar
UFPB/CCEN
58051-900 Joao Pessoa, Paraiba, Brasil
Fone/fax: (83) 216-7429
mailto:gmelo at nepremar.ufpb.br



-------------------------- eGroups Sponsor -------------------------~-~>
eLerts
It's Easy. It's Fun. Best of All, it's Free!
http://click.egroups.com/1/9699/4/_/717485/_/974225598/
---------------------------------------------------------------------_->

**********************************************
Para enviar mensagens para toda lista, escreva para:   listageografia at eGroups.com
Para informações "administrativas"-sair, mudar de endereço, etc:  pazera at zaz.com.br
Arquivo automático da lista (ordem cronológica):
http://br.egroups.com/group/listageografia As principais mensagens estão catalogadas
por assunto em http://geografia.virtualave.net


------- End of forwarded message -------

Néstor Miguel Gorojovsky
gorojovsky at arnet.com.ar







More information about the Marxism mailing list