(Eng, Spa and Port) An European Panama under way

Nestor Gorojovsky nestorgoro at fibertel.com.ar
Fri Feb 14 21:52:07 MST 2003


My translation to English. Original and complete texts in Portuguese 
and Spanish follow. Published on the Reconquista Popular mailing 
list.
------- Forwarded message follows -------
From:           	"Julio Fernández Baraibar" 
<julfb at alternativagratis.com.ar>
To:             	"Lista Reconquista Popular" <reconquista-
popular at lists.econ.utah.edu>
Subject:        	[R-P] Arbitragem da ONU - Independência Kosovo
Date sent:      	Fri, 14 Feb 2003 22:06:21 -0300

It is over the ruins of Belgrade, it is over the corpses of the 
Sothern Slavs crowding the bridges that were to be bombed by the 
Social-Democrat Holy Alliance, it is over the arbitrary prison of the 
great Yugoslav patriot Slobodan Milosevic, that a new Panama is under 
way today. This is what the criminals who used the KLA bandits 
wished: to Balkanize the Balkans that Tito and the Serbs struggled to 
unify.

Julio Fernández Baraibar
julfb at sinectis.com.ar

                       Thursday, February 13, 2003, 02:51 PM

Kossovo Parliament to declare independence                        
The Albanian deputies of Kossovo decided to begin the preparations 
for a declaration of independence today, as a protest against the 
mention of this province as a part of Serbia in the Constitution of 
the new State of Serbia and Montenegro that substituted Yugoslavia.   
The decission was made after an initiative by the Alliance for the 
Future of Kossovo party (AAK), in spite of pressures of international 
officials against it. These officials have been pressing the Albano-
Kossovar parties to drop the project these last days. [snip]

[Comment in Spanish by Julio Fernández Baraibar and complete article 
in Portuguese follow]

Sobre las ruinas de Belgrado, sobre los cadáveres de los eslavos del 
sur que llenaban los puentes que serían bombardeados por la Santa 
Alianza socialdemócrata, sobre la arbitraria prisión al gran patriota 
yugoslavo, Slobodam Milosevic,  se está creando una nueva Panamá.
Esto era lo que pretendían los criminales que usaron a los bandidos 
del KKA:
balcanizar las Balcanes que Tito y los servios se esforzaron por 
unificar.
Julio Fernández Baraibar
julfb at sinectis.com.ar

EFE, Spanish news agency

Parlamento de Kosovo vai declarar independência

Os deputados albaneses de Kosovo decidiram hoje iniciar os
preparativos de uma declaração de independência, em protesto pelo 
fato de a
província ser mencionada como parte da Sérvia na Constituição do novo 
Estado
de Sérvia e Montenegro, que substituiu a Iugoslávia. A decisão foi 
tomada
por iniciativa do partido Aliança para o Futuro do Kosovo (AAK) e 
apesar da
pressão contrária de funcionários internacionais, que exigiram nos 
últimos
dias aos partidos albano-kosovares que desistissem do projeto.

                  Os deputados albaneses, que são maioria no 
Parlamento
kosovar, decidiram introduzir a declaração no procedimento 
parlamentar e
submetê-la à aprovação em uma das próximas sessões regulares. A AAK
apresentou sua iniciativa ao Parlamento depois da proclamação no 
último dia
4 do Estado de Sérvia e Montenegro, cuja Constituição menciona Kosovo 
como
província da Sérvia.

                  Kosovo, província sérvia e iugoslava de maioria
independentista albanesa, foi posto sob protetorado internacional em 
junho
de 1999 conforme a resolução 1.244 do Conselho de Segurança da ONU. O
documento decreta o estabelecimento de uma autonomia substancial da
província dentro da Iugoslávia, até a decisão definitiva sobre seu 
status.

                  Os líderes albaneses pediu reiteradamente nos 
últimos anos
que a comunidade internacional reconhecesse a "independência de fato" 
de
Kosovo, exigência que agora figura também no projeto de declaração 
proposto
pela AAK. Nessa proposta, que proclama Kosovo como "Estado 
independente e
soberano", se faz um apelo a "todos os países democráticos, 
especialmente
aos EUA e aos países da União Européia (UE), que ajudem o povo de 
Kosovo com
a criação e o reconhecimento internacional do Estado de Kosovo".

                  E que o Conselho de Segurança da ONU "reconheça a 
nova
realidade de Kosovo como uma conquista conjunta dos cidadãos de 
Kosovo e da
comunidade internacional". O Parlamento kosovar adotou em novembro 
passado
uma resolução na qual rejeitava a nova Constituição servo-
montenegrina, após
saber que Kosovo seria mencionado nela como parte de Sérvia. O chefe 
da
missão da ONU que administra Kosovo (UNMIK), Michael Steiner, reduziu 
então
a importância da resolução e destacou que nem Pristina ou Belgrado 
têm
direito a prejulgar nem decidir sobre o status definitivo de Kosovo, 
já que
a decisão é competência do Conselho de Segurança da ONU.


                  Agência EFE

Néstor Miguel Gorojovsky
nestorgoro at fibertel.com.ar

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
"Sí, una sola debe ser la patria de los sudamericanos".
Simón Bolívar al gobierno secesionista y disgregador de 
Buenos Aires, 1822
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 



~~~~~~~
PLEASE clip all extraneous text before replying to a message.



More information about the Marxism mailing list